Them, a nova plataforma digital voltada para o público LGBTQ da Condé Nast

A Condé Nast está lançando uma comunidade digital focada no público LGBTQ, intitulada “Them”, prevista para estrear na última semana de outubro. Esta é a primeira marca independente que a gigante editorial americana lança desde a revista Portfolio em 2007, e será uma multi-plataforma liderada por Phillip Picardi, o ex-chefe digital da Teen Vogue e Allure. “Se eu aprendi algo do meu tempo na Teen Vogue, é que os jovens estão dominando nossa cultura e eles vão moldá-la de uma maneira que realmente não esperávamos, particularmente em questões de gênero e sexualidade”, diz Picardi.

Phillip Picardi
Phillip Picardi

Anna Wintour, diretora artística de Condé Nast e editora-chefe da American Vogue, defendeu a direção editorial da Them: “No ano passado, estávamos pensando num título que pudesse refletir melhor a cultura de hoje e como o público está interagindo com esse tipo de conteúdo”…”não é algo que nós inventamos ou qualquer coisa nova, é onde devemos estar. E isso, para mim, é super importante da mesma forma que o mundo da mídia entende.”

E o que podemos esperar da Them?  “não vamos perseguir notícias ou publicar conteúdo de 40 a 60 vezes por dia, será mais seletivo”, diz Picardi. “Só vamos colocar o que seja extremamente impactante “.

Em termos de anunciantes, a nova plataforma está focada mais em qualidade que em quantidade. Um dos primeiros nomes a se associar foi a Burberry. “Estou muito satisfeito por termos nos juntado a eles para o lançamento de uma nova e importante publicação digital que irá defender a autenticidade, o intelecto, o estilo e a cultura para aqueles que estão moldando o futuro do nosso mundo”, disse o diretor criativo Christopher Bailey.

Segundo os números, em 2016, 4,1% (cerca de 10 milhões) de adultos americanos são identificados como lésbicas, gays, bissexuais ou transgêneros (1,75 milhão à mais do que em 2012). Além disso, 52% da Geração Z – aqueles que nasceram na década de 1990 até meados dos anos 2000 – não se identificam como heterossexuais. “Esta geração representará 44% dos consumidores dos EUA até 2020 e 60% deles apoiam marcas que tomam posição sobre questões que eles acreditam,” completa Picardi.

Pelo que entendemos, será um portal como o nosso falecido Mix Brasil. É esperar pra ver.

http-hypebeast.comimage201710conde-nast-new-lgbtq-publication-them-1
Phillip Picardi

 

funkytown

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s